PROJETO CIDADES DIGITAIS

  1. São José do Divino PI – Julho 2016
  2. Inhuma PI – Julho 2016
  3. Regeneração PI – Julho 2016
  4. Coari AM – Agosto 2016
  5. Penápolis SP – Julho 2016
  6. Paulo de Frontin RJ – Setembro 2016
  7. Santana do Acaraú CE – Outubro 2016
  8. Manaquiri AM – Novembro 2016
  9. Casa Branca – Dezembro 2016
  10. Nossa Senhora dos Remédios PI – Março 2017
  11. Itaporanga PB – Julho 2017
  12. Esperança PB – Julho 2017
  13. Cabaceiras PB – Julho 2017
  14. Guareí SP – Agosto 2017
  15. Santo Antônio de Pádua – Agosto 2017
  16. Nepomuceno MG – Setembro 2017
  17. Maricá RJ – Outubro 2017
  18. Descalvado – Novembro 2017
  19. Ponte Alta do Bom Jesus TO – Novembro 2017
  20. Porto Nacional TO – Novembro 2017
  21. Paraíso do Tocantins TO – Dezembro 2017
  22. Itambacuri MG – Março 2018
  23. Japonvar MG – Março 2018
  24. Conchal SP – Março 2018
  25. Nossa Senhora da Glória SE – Março 2018
  26. Vicência PE – Março 2018
  27. Camutanga PE – Março 2018
  28. Itambé PE – Março 2018
  29. São Joaquim da Barra SP – Abril 2018
  30. Promissão SP – Abril 2018
  31. Jacarezinho PR – Maio 2018
  32. Reserva PR – Maio 2018
  33. Imbituva PR – Junho 2018
  34. Cotegipe BA – Junho 2018
  35. Baianópolis BA – Junho 2018
  36. Araçuaí MG – Junho 2018
  37. Ibaté SP – Julho 2018
  38. Miracatu SP – Julho 2018
  39. Buritirama BA – Agosto 2018
  40. Barra BA – Agosto 2018
  41. Brejolândia BA – Agosto 2018
  42. Pederneiras SP – Agosto 2018
  43. Júlio Borges PI – Setembro 2018
  44. Várzea Branca PI – Setembro 2018
  45. Sebastião de Barros PI – Setembro 2018
  46. Curimatá PI – Outubro 2018
  47. Oeiras PI – Outubro 2018
  48. Canto do Buriti PI – Outubro 2018
  49. Ribeira do Piauí PI – Outubro 2018
  50. Socorro do Piauí PI – Outubro 2018
  51. Coronel José Dias PI – Outubro 2018
  52. Mairinque SP – Outubro 2018
  53. Sebastião Barros PI – Outubro 2018
  54. Ribeira do Piauí PI – Outubro 2018
  55. Várzea Branca SP – Outubro 2018
  56. Coronel José Dias PI – Outubro 2018
  57. Porteirinha MG – Novembro 2018
  58. Espírito Santo do Pinhal SP – Novembro 2018
  59. São Mateus do Sul PR – Novembro 2018
  60. Pinhão PR – Novembro 2018
  61. Piraí do Sul PR – Novembro 2018
  62. Buritizeiro MG – Dezembro 2018
  63. Serrana SP – Dezembro 2018
  64. Jaguariaíva PR – Fevereiro 2019
  65. Oeiras PI – Fevereiro 2019
  66. Santo Antônio do Retiro MG – Fevereiro 2019
  67. Orlândia SP, Abril 2019
  68. Verdelândia MG, Junho 2019
  69. Manga MG, Junho 2019
  70. Machados PE, Julho 2019
  71. Altinho PE, Julho 2019
  72. Santana do Matos RN, Julho 2019
  73. Jeremoabo BA, Agosto 2019
  74. Tupanatinga PE, Agosto 2019
  75. Pacatuba SE, Outubro 2019
  76. Bom Conselho PE, Outubro 2019
  77. Cortês PE, Outubro 2019
  78. São Desidério BA, Novembro 2019
  79. Santa Rita de Cássia BA, Novembro 2019
  80. Rolante RS, Novembro 2019
  81. Orós CE, Novembro 2019

Inspeção Final Rede Óptica de Nepomuceno MG

A rede óptica municipal de Nepomuceno MG foi inspecionada em setembro de 2017

No dia 13/09/2017 foi realizado um workshop sobre redes ópticas.

Participaram>

  • Cleyton Pedrosa – Prefeitura Municipal de Nepomuceno (terceirizado)
  • Vinicius Habib – CEFET
  • Franciscarlos Pereira – CEFET
  • Júlio César de Paiva – CEFET
  • Lidiane Marcelino Carvalho – Prefeitura Municipal de Nepomuceno
  • Ricardo Alves – CEFET

Acima, foto dos participantes do Workshop

 

 

 

 

 

 

Inspeção Final da Rede Óptica Municipal de Santo Antônio de Pádua RJ

A inspeção Final da Rede de Santo Antônio de Pádua ocorreu entre os dias 28 de agosto e 01 de setembro de 2017.

Santo Antônio de Pádua é uma progressista cidade que fica no norte do Estado do Rio de Janeiro, quase divisa com o Espírito Santo.

Abaixo, é mostrada a planta da rede daquela cidade.

Longá, uma solução criativa

Em março de 2017, foi realizada a inspeção final da rede óptica municipal de Nossa Senhora dos Remédios PI. Cidade pequena, rede pequena, as inspeções foram realizadas em um dia. Bem trabalhado, por sinal…

Os profissionais da XN  empresa que cuidou da implantação da rede daquela localidade, haviam encontrado pulgas e percevejos nas camas da Pensão Mãe Rola. Por este motivo, decidimos nos hospedar numa cidade vizinha, Esperantina. Chegamos no  hotel de Esperantina por volta de 0:10 da manhã de segunda-feira e descobrimos que estávamos a mais de 100 Km da cidade de Nossa Senhora dos Remédios.

 

Às seis da manhã pegamos a estrada. O GPS nos indicou um caminho que encurtava o trajeto em 30 Km. Seguimos o roteiro e logo descobrimos porque o pessoal do hotel não havia indicado aquele caminho: A estrada não era pavimentada e levamos mais de duas horas rodar apenas 70 Km. Paisagens bucólicas e muito bonitas, estrada péssima e cheia de buracos. Chegamos ao nosso destino por volta de oito e trinta da manhã.

Trabalhamos a manhã toda e almoçamos no único lugar razoavelmente  decente para se comer na cidade.

Para evitar outras 4 horas de viagem de ida e volta no dia seguinte, trabalhamos até terminar todas as inspeções. Regressamos a Esperantina à noite, desta vez, usando caminhos pavimentados. Foram 120 Km de estradas mais confortáveis,   mas, o tempo de viagem foi o mesmo da ida: Duas horas.  Na manhã seguinte, trabalhamos no hotel, revisando os detalhes da inspeção realizada e almoçamos numa churrascaria, às margens do rio Longá.

Na hora de pagar a conta, veio a surpresa: Descobrimos que o município de Esperantina possui Banco e moeda social própria. O LONGÁ

O projeto do Longá foi lançado em 2015, por iniciativa da vereadora Domingas Santana, que observou que a economia local seria incentivada com a criação de um banco comunitário, destinado a promover a inclusão financeira de famílias carentes, estimular o desenvolvimento local e promover a concessão de crédito para pequenos empreendedores.

Mas, tem outro motivo, que julgo pertinente relatar. De uns anos para cá, não há uma única cidade de pequeno porte na região nordeste que não tenha sido alvo de roubo com dinamite. A consequência inicial é que as agências e caixas explodidas nunca voltaram a funcionar. Assim, nessas cidades, quase não circulam Reais. Ou é cartão, ou quem compra tem que ir até uma cidade maior e sacar dinheiro.

A nova moeda social, Longá, tem notas de 0,50, 1,00, 2,00, 5,00 e 10,00.

As imagens que compõem a moeda social vão desde o Peixe Surubim, ao Colégio David Caldas, Cachoeira do Urubu, Pedra do Tapuio, Ponte sobre o Rio Longá e um Vaqueiro.

O primeiro município do Piauí a criar um banco comunitário e adotar moeda própria, OPALA, foi Pedro II. Em em seguida, São João do Arraial lançou o COCAIS.  O caso mais recente, é do Município de Porto, que lançou a moeda  MARRUÁS.

Pelo jeito, esta história vai longe…     

 

 

 

INSPEÇÃO FINAL REDE ÓPTICA MUNICIPAL GUAREÍ SP

A rede óptica Municipal de Guareí SP foi inspecionada em setembro de 2017.

Há 90 anos, surgiram as primeiras construções na confluência do ribeirão Guarda-Mor com o rio Guareí, nas propriedades de Elias Ayres do Amaral. Entre as primeiras casas, foi erguida uma capela, em homenagem a São João Batista. Surgiu assim o  povoado de São João Batista de  Guareí.

Em 09/03/1871, o povoado foi elevado a Freguesia do município de Itapetininga,   pela Lei nº 14. e  em 16/03/1880 foi elevada à condição de Cidade .

Em 03/07/1934, a localidade foi incorporada ao município de Tatuí na qualidade de distrito, com a denominação de Guareí.

Em 05/11/1936 Guareí  foi elevada à condição de Município. O aniversário do A despeito do decreto ter sido emitido em outra data, o aniversário do Município é comemorado no dia 16 de maio.

O nome Guareí tem dois possíveis significados: Rio do Lobo Guará, “guará-y” ou Rio dos Macacos “guari-y”. O primeiro é o nome oficialmente reconhecido.

Acima, a igreja matriz  de São João Batista do Guareí

Foto da equipe que participou das inspeções

INSPEÇÃO FINAL DA REDE ÓPTICA MUNICIPAL DE CABACEIRAS PB

A inspeção da rede óptica municipal de Cabaceiras PB ocorreu em julho de 2017

Na foto acima, a equipe que trabalhou na inspeção final da rede óptica da cidade.

A cidade é pequena, mas, muito charmosa. Como as construções são de uma época histórica da região, a localidade tem sido palco de dezenas de filmes.

Por isto mesmo, é orgulhosamente chamada de Roliúde do Nordeste.