Muita atenção no momento de adquirir caixas de emenda para cabos ópticos…

Desta feita, trago à baila um problema recorrente, observado nas inspeções finais de redes ópticas do projeto Cidades Digitais do MCTIC e em auditorias realizadas em redes ópticas do projeto RedeComep da RNP.

O alerta é endereçado para os responsáveis por compras das empresas que prestam serviços para a RNP e para o MCTIC e se refere a kits de emenda do tipo CEO-96, de fabricação Fibracem.

Para saídas de derivações das Caixas CEO 96, é necessário comprar, em separado, um DERIVADOR PARA CEO SVT (código FIBRACEM KIT.00008).

A causa principal do problema está numa falha de redação na instrução de montagem fornecida pela Fibracem. Mas, em boa parte, deve-se à falta de uma boa comunicação entre clientes e fabricante.

Quando o comprador não especifica o kit 0008 da Fibracem, as caixas são entregues com um tubo termocontrátil compatível com uso externo e de tamanho adequado para a mama oval (dotado de adesivo hotmelt), acompanhado por dois  e tubos termocontráteis, curtos e desprovidos de adesivo. Segundo a Fibracem, os dois tubos foram acrescentados aos kits de tempos para cá, para serem usados no interior da caixa caixa.

Pois bem, em todas as emendas inspecionadas numa determinada cidade (rede totalmente subterrânea), os tubos “indicados para uso interno” foram usados como elementos de vedação nas mamas cilíndricas das bases das caixas.

Estou certo que isto não foi feito devido à má fé de quem construiu a rede. Aconteceu por falta de treinamento, por falha na interpretação das instruções de uso e por falta de informação assertiva de parte do fabricante, no momento da venda.

O uso equivocado destes tubos vem causando consequências danosas às redes. Em auditoria técnica realizada recentemente numa rede da RNP (aérea), depois que esta entrou em operação há cinco anos, foram executadas três emendas de manutenção.  As três caixas foram abertas porque, nos testes realizados durante a auditoria, as fibras acusaram alta atenuação pontual. Nas três caixas, os tubos permitiram a entrada de água nas emendas.

Em caso de água, o tempo é implacável, quanto mais o tempo passa, maior é a atenuação no ponto

Na foto acima, o tubo de maior diâmetro é adequado para realizar e garantir uma boa vedação, mas, o tubo que aparece na parte de cima da foto não pode ser usado para vedação.

A instrução de uso é obscura e induz os artífices ao erro.

Contatado, o engenheiro Sebastião da Fibracem, colocou-se à disposição para resolver e sanar dúvidas sobre a aplicação dos produtos

TRECHO do Manual PP.00075 REV.02 :

…Neste kit seguem 02 tubos termocontráteis 24/8 x 100 mm que servem para USO INTERNO na caixa, da seguinte maneira:

# Opção 1:  Se o cliente quiser transportar as fibras da base da caixa de emenda (REGIÃO INTERNA) até a entrada da bandeja através dos tubos cânula (translúcidos), também fornecidos no kit, deve seguir a seguinte instrução do manual PP.00075 REV.02 Em anexo.

# Opção 2: O cliente pode optar em levar o próprio tubo loose do cabo até a bandeja (REGIÃO INTERNA). Neste caso, não usará os tubos cânula e os tubos termocontráteis 24/8 mm x 100 mm.

Se a opção escolhida for a 1, a montagem deve seguir o procedimento abaixo.

TRECHO do Manual PP.00075 REV.02

Após realizar a pré-montagem acima, posicione de forma centralizada o termocontrátil 24/8 x 100 mm cobrindo parte do cabo, tubo loose e parte da cânula. Aqueça com cuidado o termocontrátil. Este procedimento se faz necessário para garantir a transição entre o cabo e os tubos cânula (translúcidos).

Os KITS DE DERIVAÇÃO são vendidos separadamente conforme opcionais do manual da caixa de emenda PP.00075 REV.02

O tubo termocontrátil fornecido para derivação (USO EXTERNO) é o 33/8 x 150 mm, que possui diâmetro inicial e comprimento maiores, adequado à esta aplicação.

Os 02 tubos termocontráteis 24/8 x 100 mm, fornecidos na caixa de emenda SVT, são indicados SOMENTE PARA USO INTERNO.

A ficha técnica pode ser observada no site:

http://www.fibracem.com/wp-content/uploads/2016/01/derivador-para-ceo-svt-R05.pdf

Resumindo:

Para cada entrada cilíndrica é necessário comprar um DERIVADOR PARA CEO SVT, código FIBRACEM KIT.00008.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *